Hoje na História: Em 1900, morria o filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

Hoje na História: Em 1900, morria o filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

No dia 25 de agosto de 1900 morria, em Weimar, Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo e poeta alemão, considerado um dos pensadores modernos mais influentes do século XIX. Nascido no dia 15 de More »

Informativo JUMIB Julho de 2016

Informativo JUMIB Julho de 2016

Leia o informativo da JUMIB More »

Hillary Clinton declara abertamente uma guerra contra a religião

Hillary Clinton declara abertamente uma guerra contra a religião

Hillary Clinton declara abertamente uma guerra contra a religião More »

 

Hoje na História: Em 1900, morria o filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

friedrich-nietzsche-hnh-history-channel

friedrich-nietzsche-hnh-history-channelNo dia 25 de agosto de 1900 morria, em Weimar, Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo e poeta alemão, considerado um dos pensadores modernos mais influentes do século XIX.

Nascido no dia 15 de outubro de 1844, em Rocken, na Alemanha, ao longo de sua carreira, ele realizou

Áudio: As duas Marias…

Duas Marias_88718Lá no sertão de Pernambuco viviam duas vizinhas por nome Maria. Uma era Maria das Dores e a outra Maria da Penha. Cada uma tinha oito filhos e seus maridos eram lavradores, que plantavam milho, feijão e tinham uns poucos animais.O rio secara e a única água ficava no poço do Biguá. Era longe, uns oito quilômetros, e as vizinhas tinham que ir com os baldes na cabeça e nas mãos, para fazer render a viagem. Era muito duro.

Maria das Dores ia cantando e Maria da Penha lamentando.

O sertão precisa de nós…

jumibsertao

Informativo JUMIB Julho de 2016

0001

Leia o informativo da JUMIB

Lutero, um dia de angústia e a bênção de ter uma esposa sábia

Ilustração de Kamilla Correa

Conta-se que o reformador alemão Martinho Lutero certa ocasião encontrava-se tão deprimido que a sua esposa, Catharina Von Bora ficou demasiadamente preocupada com ele.

Sendo uma mulher sensata e sábia,  a esposa do reformador usou um interessante estratagema para despertar a atenção de Lutero e, desta forma, retirá-lo daquele estado perigoso de angústia e prostração. Vestindo-se totalmente de preto, a cor do luto, Catarina apareceu diante do seu esposo.