O Fruto do Espírito

Olá! Aqui é o Pastor Wagner Antonio de Araújo. Meditaremos hoje sobre o tema O FRUTO DO ESPÍRITO. Encontramos o seguinte texto na Palavra de Deus: Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio. (Gl 5:22).

Um texto muito conhecido e que deve ser compreendido à luz do contexto em que foi escrito. O Apóstolo Paulo falava, na carta aos gálatas, de que de nada adiantaria àqueles crentes guardarem a Lei de Moisés, os rituais judaicos deixados como tradição da Velha Aliança, se não tivessem dentro de seus corações a própria presença de Deus, que lhes capacitaria a agradá-Lo de verdade. Em outras palavras, tornar-se um cristão não era questão de guardar ritos e leis, mas de ser transformado de dentro para fora através de uma regeneração, de um novo nascimento.

Aqueles cristãos ouviram a mensagem de Cristo através dos apóstolos e receberam com alegria a salvação. Acreditaram que os seus pecados haviam sido pagos na cruz por Jesus e que agora estavam salvos, remidos, transformados. Porém, aos poucos, foram trazendo de volta os rituais aos quais estavam acostumados, que eram a guarda do sábado, o uso de certos alimentos em detrimento de outros, rituais de culto, roupas, celebrações e regras. Paulo, com autoridade pastoral, lhes afirma que se continuassem assim demonstrariam que nunca conheceram de fato a Cristo como Salvador. A Velha Aliança havia sido superada pela Nova. Antes os cordeiros eram mortos continuamente em favor dos judeus e regras escritas em pedra deveriam ser obedecidas. Agora, na Nova Aliança, um único e definitivo Cordeiro morrera por todos: Jesus Cristo, o próprio Filho de Deus. E as regras não seriam mais as das tábuas de pedra, mas as inseridas no próprio coração. Paulo diz que a verdadeira fé viria de dentro para fora, do coração para a ação, e não de fora para dentro, do cumprimento de normas para ser obter favor divino.

A promessa no Velho Testamento era clara: E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. (Ez 36:26). Esta promessa dizia respeito a Cristo e à Sua Nova Aliança: uma transformação integral do homem por completo, de dentro para fora.

Como isto seria possível? Pela presença do Espírito Santo no coração do crente. O Espírito Santo é a terceira pessoa da Santíssima Trindade e o Consolador, o representante de Cristo aqui conosco. Cristo está à direita do Pai; quando o recebemos em nossos corações, é o Espírito Santo quem O representa, entrando em nossa vida e tornando-se Senhor. Ele representa Cristo a reinar em nós. E produz em nós certas características que são chamadas FRUTO, isto é, consequências, resultados, sintomas. A presença destes sintomas em nós identifica que somos de Cristo, assim como uma laranja a pender em uma árvore identifica que ali há uma laranjeira. Quem tem Cristo produz o Fruto do Espírito Santo.

Você tem Cristo em seu coração? O fruto do Espírito Santo é visível em sua vida? Você percebeu uma mudança transformadora desde que a Cristo se entregou? Lembre-se: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Co 5:17)

Que Deus nos abençoe!
Wagner Antonio de Araújo – bnovas@uol.com.br
(mensagem especialmente preparada para a EBAR – Escola Bíblica do Ar, à convite de sua diretora, irmã Ana Maria Suman Gomes).

One Response to O Fruto do Espírito

  1. Ivo Siqueira Cavalcante disse:

    Bela e poderosa mensagem.louvado seja o senhor nosso Deus.Que esta mensagem possa realmente edificar a igreja ,hoje, pois vemos um esfriam quase que geral do povo de Deus.ento ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *